Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



a capital do barro

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 18.05.10

          O facto deste ano a visita pascal no lugar da  Bajouca Centro ter ocorrido somente no dia 17 de Abril fez com que as minhas míni-férias de Pascoa quase se transformassem em Férias Grandes. Foi de 31 de Março a 21 de Abril, eh valente!!!

 

Vitral da Igreja da Bajouca (Leiria) - a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos.

          Deu para tudo! Para descansar, apreciar o jardim e o movimento na via publica, conversar com os amigos, passear e...aprender, com os outros.  

Bajouca Centro - Café Sousa

           Com este bajouquense a quem não há muito um AVC  roubou  parte das suas potencialidades físicas  aprendi  como é importante uma pessoa ser persistente e acreditar. Quer faça frio ou calor é vê-lo todos os dias dar a sua voltinha pelo lugar, como que de uma actividade laboral se tratasse.     

Jardim - um gafanhoto

           Com este gafanhoto ou saltão aprendi como é que os habilidosos se abraçam à vara para se disfarçarem e tomar a mesma cor.

Jardim - um melro

          Com este melro aprendi que quando se está concentrado numa ocupação nem nos damos conta que estamos a ser observados. As consequências são diversas... e têm muito a ver com o observador

Uma senhora bajouquense

          Mas como disse, passear também fez parte do meu cardápio, e uma vez mais ao jeito que  Sr. Costeira da Murta já me sabe habituado. E mais: o  passeio maior foi pendurado à senhora mais "Bela" da capital do barro leiriense! Que o diga, o Paulo Ferreira. 

Santarém - miradouro da Rua Luís de Camões, sobre o  vale do Tejo.

          Santarém foi a cidade que na tarde do dia 07 de Abril visitei e pena tive de não haver tempo para ver alguns dos seus muitos monumentos de interesse histórico e turístico, como a Igreja da Graça e as Portas do Sol. Apenas me fiquei pelo amuralhado miradouro da Rua Luís de Camões, junto à clínica do Dr. Ruy Puga, que sobre a estrada de Almeirim deixa ver  o Tejo a descer das bandas de Alpiarça

 

Pavilhão Desportivo Municipal dos Pousos (Leiria)

          Um outro "fora de casa" foi logo no dia seguinte, agora atrelado a um "atleta" da minha idade que no  Pavilhão Desportivo Municipal dos Pousos, a técnica Sílvia tenta preparar para os olímpicos...não sei de quando. Aprendi como se consegue perder peso, sem ser preciso cavar batatas...

Foto recolhida do Hospital de Leiria

         Já no dia 9  se quis voltar a Leiria tive que me agarrar ao volante e por minha conta e risco fazê-lo. Mas arranjei companhia, a do Sr. Padre Abel, por azar dele. Do recinto do Hospital de Leiria,  colhi uma foto da ermida da Senhora da Encarnação onde na década de 70 me casei. 

Capela de Água Formosa (Ilha - Pombal)

          A visita pascal  no Lar de São Braz, Água Formosa,  foi no dia 13. Participei e tirei uma foto da capela que já está em terreno da Ilha (Pombal).  

Estádio Municipal de Leiria

           E voltei de novo por minha conta e risco à princesa do Lis na tarde do dia 14, agora conduzido pela minha cara-metade que para não se meter na confusão do transito da cidade deixou o carro no parque vizinho de um estádio que é bem o espelho do que foi fazer as dívidas que agora todos nós, portugueses, temos  que pagar....

Algures na Bajouca

          Bem! E para encerrar a prolongada estadia nada podia ser melhor do que foi participar na festa de aniversário (5º) da Ângela que com toda a pompa e circunstância os pais, no dia 18, festejaram. Foi um dia em beleza, para a Ângela e para quem graças a ela partilhou do alargado e familiar convívio que os pais babados proporcionaram aos amigos convidados. É por causas destes convites que me demoro e sempre que lá estou me custa deixar a capital do barro.      

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06


Compasso ou visita pascal

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 22.04.10

 

          Com duas paróquias para cuidar e pouca saúde para levar a cabo a sua nobre e sagrada missão, o Sr. Padre Abel mesmo com a preciosa ajuda do seu vigário paroquial, Sr. Padre Virgílio da Silva, e do Sr. Padre Jorge, um sacerdote polaco que todos os anos pela Páscoa costuma visitar Portugal, conseguiu concluir a "Visita Pascal" antes do passado dia 18.  

        Mesmo assim, para poupar o sacerdote da cansativa tarefa de caminhar e subir escadas foram constituídas várias equipas de fieis  leigos encarregadas de representar o padre em cada lugar da freguesia, o qual acompanhando de perto a "Cruz" só em caso de solicitação para benzer uma casa ou alguma imagem entrava na residência.

           Na Bajouca Centro, o sacerdote responásvel pela "Visita Pascal" este ano foi o Sr.Pe Virgílio e a equipa operacional formada pelo Carlos Afonso, David Pedrosa, José Soares, Virgilio Verdasca e Arménio Serradela, este como condutor do sacerdote. 

          Aqui, todo sorridente, o nossa homem da "Cruz" que no passado sábado, dia 17, trocou a farda de oficial superior do Exército por esta capa cerimonial de igreja, em tarde muito chuvosa e já no fim do giro pascal, a entrar para a cave da  casa do Rui Afonso, onde decorreu a Missa e convívio do lugar da Bajouca Centro.  

          Na Eurarística em que o celebrante foi o vigário paroquial Sr. Padre Virgílio, de costas o ti Joaquim Carneiro deixou a "careca" à mostra.  

          Outro momento da participada celebração, e de pé e muito aprumado o Paulo Ferreira.  

          Os anfitriões, Rui e Célia, posando para o reporter.... 

 

           Tudo muito animado e em actividade dental....

 

           A Célia muito atenta a ver como correm as modas....

          Também atento está o Zé João que por tanto se dar... parece que ainda lhe vão pedir mais.... A Igreja precisa! 

          O que se passa para aquele canto?.....Estão todos de cara ao lado....

 

         .... Claro que era conversa, entre fotografo e contador de histórias das bajoucas!!!

          Se não é de paletes... qual será o tema? O grupo é jeitoso.... 

          Caras bem conhecidas do lugar já no final do convívio

          Olha que trio!!! 

          A encerrar....

 

          Deu para tudo, até para descansar os olhos. E a Maria Portela a gozar o prato!!!

          Cabeça pensadora!!! Terminado o convívio no lugar onde lhe calhou acompanhar "Visita", o Sr. Padre Abel antes de recolher à Residência convidou, como de costume, os paroquianos da Bajouca Centro a virem até ao Café Sousa tomar um cafezinho e assim dar por encerrada  a Visita Pascal ou Compasso de 2010 na freguesia da Bajouca 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:41


por muitos anos!

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 30.03.10

Praia e Mar de Sesimbra

          Neste espaço de sonho que o mar e a serra da Arrábida envolve desde Palmela até ao Cabo Espichel, Sesimbra ocupa lugar previligiado e apetrechado para receber os muitos admiradores da boa praia e apreciadores da famosa culinária da região. No último fim de semana um simpatico casal meu amigo lá veio da zona centro do país em busca deste sedutor recanto de serra e mar para em paz e sossego ali festejar uma data merecedora desse distinção, que no calendário consta a 27 de Março!!!       

          No regresso, dia 28, o casal passou por São Lourenço de Carnide e antes de partir e de no Centro Comercial Colombo subirmos ao ultimo piso para num dos muitos restaurantes jantar, visitaram a minha casa, onde a Saudade e a Lígia tomaram um chazinho de Lúcia-lima,  e eu mais o Chico despejamos uma garrafa de 75cl de  Pias...alentejanas.   

Aqui, no Colombo, o casal muito sorridente, não é para mim que estava a retratar..., nem para o écran da TV que no restaurante não vi, nem fez falta, mas para a Saudade Rata que quando fala da Bajouca é como eu de terras de Basto, mormente da Senhora da Graça. Parabéns amigo Chico e que a data se prolongue por muitos anos! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:43


rutunda das Pedras

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 26.02.10

 

           Foi um carnaval prolongado o que este ano passei na capital do barro leiriense. Cheguei no dia 12, 6º-feira, e só no dia 22, 2ª-feira, é que regressei ao meu habitual paradeiro.  

          Como já relatei, no Domingo, dia 14, pude assistir ao Cortejo Carnavalesco que animou as ruas da Bajouca. E como para encerrar as actividades que à volta do cortejo a Bajouca Centro precisou de alimentar marcou-se para 6ª-feira, dia 19, um mini-convivio que reuniu as pessoas que mais directamente participaram no corso e que teve a casa do José João como ponto de encontro.

           Em 6ª-feira de Quaresma convém moderar a boca, em palavras e obras.... 

         Ninguém  aqui abusou.

          Aqui, a dona da casa  a mostrar a sua arvore genealógica e a filha do casal muito atenta às explicações da mãe. 

           No Sábado, dia 20, um casal de bajouquenses festejou com missa por  volta das 11h30, os seus 50 anos de casados, e o celebrante foi a padre salasiano Pedrosa Ferreira, também um ilustre bajouquense familiar do exemplar casal em festa. Para mim o maior prazer foi ficar a conhecer pessoalmente  um sacerdote com quem só pela Internet de vez em quando nos comunicavamos.

          Nesse mesmo dia foi o Paulinho que festejou seis aninhos de vida e os pais, David e Helena Afonso, com toda a pompa  e carinho deram luz verde ao brilho que o evento reflectiu. Parabéns ao Paulinho e aos extremosos pais. 

           O resto de férias carnavalescas e inicio da Quaresma termiou com uma visita ao Padrógão e um cafesinho na rutunda das Pedras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:52


brincar ao Carnaval!

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 24.02.10

Tasca do Ti Zé Rato

          Quem com medo à chuva ou ao frio se privou de assistir ou participar no desfile carnavalesco que na tarde de Domingo Gordo (dia 14) animou  a freguesia da Bajouca não sabe quanto perdeu! Primeiro porque tratando-se de um cortejo cujas oferendas a leiloar se destinavam às vítimas da catástrofe do Haiti tudo quanto à volta do evento fortalecesse a iniciativa era acção louvável e meritóra. Depois porque até nem chuveu durante toda a tarde, e o frio para ser combatido além da fulia teve na "tasca do ti Zé Rato" e na "tenda da Bajouca Centro"  febras, pão com chouriço e a boa pinga como fontes de calor e animação. 

          De facto a temperatura do ar nesse fim de semana não convidava a paseios, e por esse motivo eu proprio pequei  por perguicite quando no sábado, dia 13, fiquei à lareira em vez de ir  até ao Pisão onde decorreu o "Festival das Sopas" que muito concorrido a A.BAD promoveu. Mas no Domingo, manhã cedo, munido da objectiva vim para a rua (estrada), onde  pouco a pouco  vi  a zona envolvente ao adro da igreja ficar adornada com carradas de lenha, madeira e estrume que um povo generoso ofertou para leiloar.

          O cenário dessa manhã de domingo, por volta das 14h30 mudou radicalmente com o aproximar da formação e desfile do cortejo até junto do ponto de encontro: o adro da igreja. Nessa tarde a prestigiada associação musical da Bajouca SAMB trocou a farda por uma indumentária ao sabor da quadra e com seu maestro e o presidente da colectividade aqui os temos no comando do cortejo. Parabéns!

          O tema escolhido pela Bajouca Centro foi os "Espantalhos", uma homenagem etnográfica aos artifícios que as pessoas do campo usavam e ainda usam para afugentar os passaros. Com caras tão bonitas, e corpos tão bem enfeitados os passaros em vez de fugir, sentiam-se mas é atraidos. Tema bem urdido e interpretado!   

          "As cenouras" foi o tema que um grupo desgarrado de bajouquenses chamou a si interpretar e fazer desfilar no corso. Muito bom gosto!

          Dos Andreses o tema foram as "Maquinas de Lavar". Muito original!

          Do Vale de Baixo veio a carroça, sem burro, carregada com produtos que a terra dá  e a boa mesa aprecia. Também dos Salgueiros uma réplica ao grupo musical KGB, que pela Bajouca tem particular carinho, deu brilho ao desfile. 

          Não menos participativo e interveniente foi o grupo de jovens Alfa que escolheu para tema a visita de Bento XVI a Portugal. Com aquele bom humor que sem deixar de ser moderado pela boa formação cristã que lhes assiste, estes jovens souberam divertir e divertirem-se  sem resvalar para o que se  diz asneira. Força joventude!

          Aqui o Fernado da ti Maria Nova  tirar notas...

         E aqui um bajouquense disfarçado de ribatejano, outro de friorento, e de palhinha na cabeça dois maduros como pano de fundo...

           A Tasca do Ti Zé Rato em laboração.....

           "A tenda da Bajouca Centro" e a equipa da pesada..., sem a qual não há festa!

          Sem clientes não há comercio que resista, nem festa que se veja. Aqui parabéns ao Fernando Ladeira que para assistir ao Carnaval da Bajouca já é tradição vir de França propositadamente. Também eu, mas vou de Lisboa.

 

          Foi bom, mas se o tempo tivesse ajudado  podia ser melhor ao aguçar a vontade de brincar ao Carnaval!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:23


festa de carnaval

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 28.01.10

 

          Sediado na cave da junta de freguesia local, o Agrupamento 1226 da Bajouca comemorou, no Domingo, dia 24, com diversas actividades de escutismo, o seu 9º aniversário. Do todo, vale destacar a celebração eucarística que teve lugar às 9h00 e no decorrer da qual quatro lobitos fizeram as suas promessas, bem como o almoço partilhado, por volta das 13h00, entre familiares e amigos, servido no salão paroquial.  

           Antes de almoço e de dar inicio às actividades dessa manhã de Domingo, uma porção de membros do citado Agrupamento muito atenta ao que o chefe tem a transmitir nem deu conta que alguém passou e registou este apanhado no Olival da Paróquia de Santo Aleixo da Bajouca. Parabéns a todos quantos se preocupam em diariamente fazer a sua boa acção. E aos lobitos, muito em particular.

           Já com tradição pelo seu dinamismo ao serviço da comunidade bajouquense, esta foto que tinha em arquivo recorda uma cena carnavalesca que creio ser do corso de 2009, onde  então  os escuteiros foram os seus grandes animadores. Ora para que vejam que as boas acções  nunca caiem em saco roto, aqui têm hoje a minha homenagem. Mas isto leva água no bico, aviso!  

           Esta foi outra das fotos que desencantei do meu arquivo e recorda outro animado desfile carnavalesco que na Bajouca deu brado, pois fez reviver etnograficamente os casamentos antigos da terra ( Homem com Mulher!!!!) e até a tasca do saudoso ti Zé Rato fez furor! Mas tanta conversa e rodeios para quê? - Ai vai: Este ano a Bajouca vai voltar a fazer o seu tradicional desfile carnavalesco, que aqui, em primeira mão, deixo anunciado. Vai ser um êxito, garanto, pois nenhuma associação, pessoa ou entidade bajouquense irá ficar indiferente ao corso de 2010. Sabem porquê? Todo a produto que render o cortejo destina-se à catástrofe do HAITI.

           No Domingo, 14 de Fevereiro, que ninguém das redondezas  faltem ao CORÇO que por volta das 14h30 com leilão de ofertas vai animar a capital do barro leiriense, a Bajouca e cujo produto, como disse, reverterá a favor das vítimas do terramoto do Haiti, via Projecto Missionário do Verbo Divino 2010. Vamos à Bajouca, para em Domingo Gordo assistir a mais uma festa de carnaval

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:50


não é com tristezas que se pagam dividas!

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 18.01.10

          Este grupo familiar que no passado dia 20 de Dezembro almoçou na minha residência em Lisboa, hoje já não contaria com os mesmos elementos, pois que entretanto, com apenas 40 anos de idade,  Deus chamou para junto de si a Isabel Afonso que partiu deixando  marido, 3 filhos e muitos familiares e amigos em lágrimas de sentida dor. Faleceu a  7 do corrente vítima de doença  que não perdoa. Não figura nesta foto.

          Custe o que custar, no fim da Missa do Galo a equipa de jovens encarregada de construir  o presépio da Bajouca  tem a obra pronta. E é tal a confiança que Sr. Padre Abel tem nessa  dinâmica juventude que mal acaba a eucaristia logo se encaminha para o adro a fim de benzer o labor dos jovens em honra Menino Jesus. É um dos presépios mais visitados da região por altura da quadra natalícia.   

          Depois da inauguração do presépio é costume além de familiares e amigos  juntar também em minha casa a equipa de jovens que nele trabalharam. Neste ultimo Natal não puderam comparecer e assim a noite de Natal foi menos participada, mas como prenda do Menino Jesus recebi a visita da minha "africana" que de mão no queixo conversa com a prima Isabel que já não voltará  a ver com vida. 

          Festa é festa, e como diz o outro "Morra Marta, mas morra farta!". Ora como o dia de natal não é exclusivo do Deus Menino, mas também de quem como Ele nasce ou nasceu a  25 de Dezembro, lá tive que ir a casa da minha cunhada Beatriz dar os parabéns por mais um aniversário (83) e adoçar  a boca depois de um lauto jantar servido na alpendurada da sua hospitaleira casa.  

          E como "não há uma sem duas, nem duas sem três", na Passagem do Ano  foi o Zé da Prazeres a escolher o mesmo espaço para também festejar mais um aniversário seu. Aqui o temos apoiado à mesa dos doces e olhar para o passarinho...Bela passagem de ano! 

         No sábado, 2 de Janeiro regressei a Lisboa, e no mesmo dia fiquei sem computador que só no sábado, dia 16, me foi entregue. Neste lapso foi o regresso da minha filha a Angola, o falecimento da minha sobrinha, em Leiria, e o IV Encontro dos Reitores dos Santuários de Portugal que decorreu na Casa de Nossa Senhora do Carmo, em Fátima, nos dias 11 e 12 deste mês, e no qual participei em representação e como leigo. A Eucaristia de encerramento do encontro que decorreu na capelinha das Aparições foi presidida pelo Reitor do Santuário de Fátima. Foi uma boa maneira de recuperar algumas das energias espirituais que por vezes os contratempos nos consomem e assim começar o 2010 de cara alegre e bem humorado comigo e com os demais, pois alegria é do que este Portugal mais precisa e além disso não é com tristezas que se pagam dividas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11


festivo e cultural

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 11.12.09

           Foi um fim de semana prolongado, e vivido em cheio; em cheio e sempre a encher!!! No sábado, dia 5, foi participar no jantar de Natal que o GAU como de costume levou a efeito no campo de futebol das Pedras. Lá me juntei aos  cerca de 160 participantes para da paelha tirar partido. Aqui o Nelson Ferreira, presidente da Direcção do GAU, no momento em que agradecia a presença dos associados e amigos do Grupo.  

          O dia 6, Domingo, calhou-me a mim escolher onde almoçar porque quem festeja... tem esse direito. A escolha recaiu no restaurante Santo Aleixo um espaço ideal para acolher pequenos grupos familiares

          Na 2ª-feira, dia 7, foi a Saozita que decidiu imitar-me, fazendo também os anos dela, e vai de retribuir com um almoço de coelho grelhado e no fim uma deslocação até Nossa Senhora de Fátima, pois saber agradecer é uma virtude que hoje muitos bons filhos se esquecem fazer.  

          A prolongada jornada culminou no dia 8, 3ª-feira, com a festa da Imaculada Conceição que na Bajouca constou de Missa celebrada às 11h30 pelo Sr. Padre Abel, o qual antes disso subiu ao coro para inaugurar e benzer um rico vitral que na janela principal da igreja alude à descida do Espírito Santo sobre  os Apóstolos. Trabalho muito vistoso e artístico que as armações ainda por desmontar não deixam poder apreciar devidamente. 

         Após a santa missa teve lugar, no salão paroquial, o tradicional almoço de Natal da comunidade bajouquense, que como é regra recai anualmente no dia da  Imaculada, 8 de Dezembro. Cerca de 300 participantes bateram-se à volta do carneiro que só o bajouquense Lino sabe temperar a seu gosto.

          Por iniciativa da (SAMB) Sociedade Artística e Musical da Bajouca, este ano esteve a decorrer na freguesia de 5 a 8 de corrente o 1 Curso de Direcção, Orquestra de Sopro,  orientado pelo Maestro Carlos Marques. O concerto final prestou-se para após o almoço deliciar os participantes e os apreciadores da boa musica que entretanto se associaram ao cultural espectáculo.   

          O Vídeo mostra além da exibição o interesse com que assistência participou

          Aqui o momento em que o presidente da SAMB, de costas, entrega uma lembrança ao Prof. Nelson Caetano, e na retaguarda o Maestro convidado Carlos Marques aplaudindo  sorridentemente. Foi um prolongado fim de semana, muito festivo e cultural.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:53


o cú duma vaca

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 29.10.09

          O Grupo Alegre e Unido ( GAU) da Bajouca que este ano celebra os seus 40 anos de vida, promoveu mais uma das suas originais iniciativas que por curiosa vou divulgar aqui.    

          Aconteceu no passado domingo, dia 25, e por incrível que pareça levou e prendeu, nessa tarde, mais gente no Campo das Pedras, do que por vezes na maioria das tardes de futebol ou doutra qualquer actividade desportiva.

          Na origem desse desmedido interesse esteve na vaca que aqui se vê a olhar para a objectiva  e com o rabo virado para uma assistência, empenhada vê-la largar as fezes, pois o dito popular de que a "m ....  dá sorte", neste caso e aqui até  parece  verídico.  

         O jogo constou ou consta em desenhar no recinto desportivo um quadriculado, em tabela, onde figuram os respectivos numeros a sortear. Depois desse labor, quando chegada a hora de dar inicio ao festim, a vaca  é conduzida para dentro daquele  espaço,  cercado por rede de arame, para de fora se poder ver bem, ficando os assistentes, que jogaram ou não, à espera  que o bicho tenha vontade...E enquanto esperam vão fazendo força com gestos e barulho  a ver se a vaca os atende...    

          Foi uma tarde alegre e bem passada em que o restaurante do Grupo gastou tudo quanto a cozinnha aprontou para um almoço muito participado em que a carne assada e o churrasco como sempre são preferidos. Mas no bar as sandes de porco assado não ficaram atrás e perto de oitocentas foram à vida.

          Sorte para o GAU e muito mais para o nosso amigo José Marques, o "Marquitos", que depois da muita cerimónia por parte da vaca no largar o "presente"  acabou por vê-la descarregá-lo no nº 385 e assim como prémio leva-la consigo  para a  Bajouca de Baixo. Pela minha parte confesso, nunca vi tanta gente a olhar para o cú duma vaca    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:39


Felizes primaveras!

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 28.10.09

          No passado dia 21, a jovem Luísa Afonso completou treze risonhas primaveras que com muito carinho os pais festejaram com pompa e circunstância no sábado, dia 24. 

          Para o efeito, o Chico e a Lígia reuniram vários familiares e amigos à volta de um lauto jantar no fim do qual a juventude convidada desceu do sótão e ei-la, depois de todos juntos se cantar os parabéns a você, envolvendo  em semicírculo a aniversariante, a qual  mesmo antes de (re)partir o bolo em pedaços já está a lamber os beiços de satisfação, enquanto o mano observa como é feita a partilha. Por muitas e felizes primaveras!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D