Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Feira da Luz

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 11.09.06

          É da Feira da Luz que me  vou ocupar  neste fim-de-semana, e antes de mais para  dizer que embora viva na freguesia de Carnide, este ano ainda a não visitei. Mas se não for antes lá estarei no último domingo deste mês para assistir à famosa procissão de Nossa Senhora da Luz que o mesmo é  dizer, também, ao encerramento desta tradicional feira anual que, no mês se Setembro, se realiza nos arrabaldes de Lisboa.

          À volta deste evento, a obra "O Trabalho e as Tradições Religiosas no Distrito de Lisboa", edição do Governo Civil de Lisboa , de 1991, faz saber: " Como tantas outras feiras nascera esta junto dum antigo santuário, o de Nossa Senhora da Luz (........). Foi esta feira sempre muito frequentada pela gente da capital, particularmente nos séculos XVIII e XIX. Era um verdadeiro espectáculo ver chegar, através das estradas poeirentas, multidões de burro, a pé, ou de sege. Uns  aqui vinham pelos negócios de gado ou para se fornecerem de vasilhame novo de barro; outros para comprarem simples <bugigangas>, fitas, figas ou corações que lhes servissem  de taslimã, ou para comer uma boa sardinhada, regada com vinho do Samouco ou de Colares (........). A feira que, a principio, durava de 7 a 8 de Setembro, alargou-se a partir de 1881(........). Hoje sobrevive mais como uma tradição, onde apenas - isto no entender da Srª Irisalva Moita - se vai para comprar uma vasilha de barro. Noutros tempos, aqui também convergiam importantes círios de ambas as bandas do Tejo, pelo que existiam nas próximidades pousadas para os romeiros".

          Não esquecer que a Procissão de Nossa Senhora da Luz, no último domingo de Setembro, ainda hoje rivaliza com a da Senhora da Saúde e até mesmo com a do Corpo de Deus. Se têm dúvidas venham ver no domingo, dia 24.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:36


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D