Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




rutunda das Pedras

por aquimetem, em 26.02.10

 

           Foi um carnaval prolongado o que este ano passei na capital do barro leiriense. Cheguei no dia 12, 6º-feira, e só no dia 22, 2ª-feira, é que regressei ao meu habitual paradeiro.  

          Como já relatei, no Domingo, dia 14, pude assistir ao Cortejo Carnavalesco que animou as ruas da Bajouca. E como para encerrar as actividades que à volta do cortejo a Bajouca Centro precisou de alimentar marcou-se para 6ª-feira, dia 19, um mini-convivio que reuniu as pessoas que mais directamente participaram no corso e que teve a casa do José João como ponto de encontro.

           Em 6ª-feira de Quaresma convém moderar a boca, em palavras e obras.... 

         Ninguém  aqui abusou.

          Aqui, a dona da casa  a mostrar a sua arvore genealógica e a filha do casal muito atenta às explicações da mãe. 

           No Sábado, dia 20, um casal de bajouquenses festejou com missa por  volta das 11h30, os seus 50 anos de casados, e o celebrante foi a padre salasiano Pedrosa Ferreira, também um ilustre bajouquense familiar do exemplar casal em festa. Para mim o maior prazer foi ficar a conhecer pessoalmente  um sacerdote com quem só pela Internet de vez em quando nos comunicavamos.

          Nesse mesmo dia foi o Paulinho que festejou seis aninhos de vida e os pais, David e Helena Afonso, com toda a pompa  e carinho deram luz verde ao brilho que o evento reflectiu. Parabéns ao Paulinho e aos extremosos pais. 

           O resto de férias carnavalescas e inicio da Quaresma termiou com uma visita ao Padrógão e um cafesinho na rutunda das Pedras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:52


6 comentários

De aquimetem a 01.03.2010 às 21:41

Engana-se! O que fiz foi pôr o ramo num lado e vender o vinho noutro... Ninguém precisava de saber quem foi comer papas de serrabulho ao Minho nem de eu ter trocado comprimento por "cumprimento", mas foi bom porque se assim não fosse ficava por corrigir a palavra. Noutro local até já lhe disse quanto rendeu. Obrigado por este repor da verdade, se é que acertei...

De Anónimo a 02.03.2010 às 14:58

Lampreia, vinho na malga e pão de centeio!
Melgaço! Minho!

De aquimetem a 02.03.2010 às 18:01

Pois! E eu é que pago as favas. Mas também sei que não é preciso sair para muito longe de Lisboa para na Casa do Minho se comer lampreia e beber vinho na malga; na de Trás-os-Montes é o fumeiro, também muito bom para fora do tempo de Quaresma que deve ser de abstinência e a pensar nos mais carecidos. Devia ser...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D