Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Madeiras Afonso Lda.

por aquimetem, em 17.06.09

          Ainda não há muito, pessoa amiga, comentando as minhas habituais deslocações à capital do barro leiriense,  destacava o facto de a seguir as ver assinaladas por mim, com um ou outro evento ocorrido ali, onde um bom repasto nunca falha.  É natural, devo adiantar, que tal aconteça, pois são precisamente esses acontecimentos preanunciados que mais ou menos importantes pesam nessa minha deslocação. Mas nem todos os eventos são divulgados... Destes que  sem contar  se desencantam é que dá gosto pois  até abrem mais o apetite e sabem melhor descreve-los! No passado 10 de Junho, Dia de Portugal e de Camões, foi o que sucedeu.

          Em poucas linhas vou resumir: Desta vez mal tinha acabado de sair na paragem nº 4 da A17 e de pouco depois dar entrada na Rua Voluntários  25 de Novembro, para logo o homem forte da próspera empresa  MADEIRAS AFONSO LDA. (MA) me mandar abrandar a marcha e de viva voz convidar para um daqueles lanches que na Bajouca começam às 16h00 e findam depois das 24....

O dinheiro na mão dos bons administradores não é uma

muleta é uma  peça de trabalho. Que o diga o Ti Bernardino

           Acompanhado de um casal de familiares meus que de Vila Real desceram à zona Centro para passar um fim de semana prolongado lá me apresentei à hora marcada para ajudar a comer o reco que no espeto foi assado ao jeito de bajouquenses e de imigrantes ucranianos. Pelo que soube foram os empregados da firma MA que decidiram homenagear o dinâmico industrial Bernardino Afonso que no sábado anterior, dia 6,  havia celebrado a data do seu nascimento, ocorrido em 1932. Sem esperar aqui tomei parte em mais um daqueles convívios que só na Bajouca de Leiria se sabem fazer e viver. Parabéns e um bem haja ao Amigo Bernardino e familiares mais próximos.

Frota das Madeiras Afonso

 Empregados, colaboradores e amigos da firma MA

 

Dois vila-realenses, infiltrados e juntos ao espeto... 

Que pena perder o arroz de feijão, mas o reco não deixou... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:10


2 comentários

De Anónimo a 30.06.2009 às 12:03

Vê Conterrâneo? Tenho razão ou não?...
Sempre tudo coroado de grande repasto; seja porque causa for! Não foi só porque vieram cá os senhores de Vila Real; foi porque o conterrâneo gosta de arroz de feijão e também de "réco"....

De aquimetem a 01.07.2009 às 16:17

Já vi que ouviu o toque da campainha...Também era fácil porque o som estava alto. É verdade e neste ultimo fim de semana foi de arromba. Quanto a descreve-lo nem sei por onde começar. Um dia tem que passar por lá. Boa semana para si.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D