Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O vídeo mostra melhor

por aquimetem, em 31.10.10

          No passado dia 21, a Luisa do Chico e da Lígia Afonso completou 14 risonhas primaveras.   

           ....Para assinalar a data, seus pais aproveitaram o sábado a seguir, dia 23, para com mais vagar numa ceia familiar alargada festejar o acontecimento. Foi bonito e aqui a aniversariante até parece estar a dar lições ao pai, serão de matemática ou musica...? Parabéns à bajouquense aniversariante e a seus estimados pais!   

          O vídeo mostra melhor

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Comer Castanhas a Tortosendo

por aquimetem, em 28.10.10

           No passado domingo, dia 24 de Outubro, foi o Dia Mundial das Missões, que Bento XVI em mensagem, à volta do evento, dirigida a todos os cristãos do mundo, lembrava: " O mês de Outubro, com a celebração do Dia Mundial das Missões, oferece às comunidades diocesanas e  paroquiais, aos Institutos de Vida Consagrada, aos Movimentos Eclesiais, a todo o povo de Deus a oportunidade de renovar o compromisso de anunciar o Evangelho e dar às actividades pastorais  um amplo folgo missionário". Foi também com esse objectivo que em 1925 na diocese da Sardenha (Itália) a iniciativa nasceu e teve a pronta aprovação do Papa Pio XI. Desde essa data também entre nós a efeméride se festeja anualmente  no 4º Domingo de Outubro.

         À semelhança de tantas outras comunidades, também os Missionários do Verbo Divino que desde 1949 trabalham em Portugal, costumam dar particular destaque a este acontecimento, o qual costumam aproveitar para então fazer o balanço anual das suas actividades missionárias e anunciar novos projectos de solidariedade para com os mais pobres e desprotegidos. O local escolhido tem sido o Seminário de Tortosendo (Covilhã), a Casa-Mãe, onde a Congregação iniciou, entre nós, a sua actividade de educar e formar. Este ano uma vez mais assim aconteceu e com um programa a merecer o apreço dos muitos participantes e Amigos do Verbo Divino (AMIVD). 

          Com um Convívio Missionário muito singular, O Dia Mundial das Missões foi ali festejado deste modo: Para os de mais longe, entre as 12h30 e as 13h45, um almoço partilhado, no Refeitório; às 14h00, Feira Missionária; às 15h30, Oração Missionária, que finalizou  com a palavra do Superior Provincial, Padre José Antunes da Silva, anunciando o encerramento das comemorações do 60 anos da Congregação entre nós, e também do encerramento do Projecto HAITI que decorreu no ano 2009/10. 

          Também o Padre Soares aproveitou aquele momento para informar que o novo projecto 2010/11 se vai destinar ao Centro de Acolhimento Arnaldo Janssen, empenhado no apoio aos "Meninos de Rua de Luanda", e ainda  saudar e agradecer a presença dos seus generosos conterrâneos bajouquenses que em numero significativo ali se deslocaram acompanhados do pároco, Sr.  Padre Abel.

 

          Seguiu-se o tradicional Magusto cujas castanhas o Seminário ofereceu, quanto ao acompanhamento... (bolos, licores, etc..., etc...) cada um levou de casa. O Fernando Ladeira, além do farnel levou um "cartucho" de 5L e uma "Perna" de pata negra que o Arménio Sarradela ocupou o tempo todo de Convívio a dissecar e distribuir pelos participantes. Sobrou apenas o osso que mesmo assim ainda foi leiloado e graças ao Sr. Padre Abel rendeu €17 que no HAITI  ou em Luanda são preciosos.

  

           Só pelo prazer de acompanhar o grupo que o generoso casal José Soares e D. Fernanda arrasta com eles nestes passeios de missão e  serviço comunitário nunca me farto de como agora "furar" a Gardunha para ir comer castanhas a Tortosendo, e recomendo que grupo e as deslocações aumentem.      

          Faltava este vídeo para retratar o animado magusto, têm-no agora

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


Por terras de Sousa e Sousões

por aquimetem, em 18.10.10

           Na companhia de um amigo ligado à industria e comercialização de madeiras andei em Agosto por terras do norte que há muito não visitava. Arcozelo foi uma delas e a primeira a visitar, parando no estaleiro do Sr. José Maria. Após cerca de duas horas de viagem pelas  A17 e A29 dei entrada  nesta freguesia do concelho de Vila Nova de Gaia, muito conhecida graças à fé popular em D. Maria Adelaide, a "santa" de Arcozelo que aqui faz deslocar muitos crentes ou simples curiosos.

           Daqui apontou-se em direcção à Ponte do Freixo, para atravessado o rio Douro passar ao lado do "Dragão" e  por Águas Santas tomar a A4 em direcção a Penafiel.

          Uma vez chegados às antigas terras de Sousa foi a visita, em Recesinhos, à Casa Comercial do Sr. Eduardo, uma casa actualizada e ao serviço da região e dos agricultores.  Tem de tudo que os clientes pedem. 

          Como também nem só a visitar amigos e clientes se enche barriga, há que procurar fazê-lo aonde melhor possa ser. E para isso nada como perguntar a quem da terra saiba o sítio. Aqui,  por não muito afastado da hora...e do lugar, foi o Sr. Eduardo a indicar "O Engaço", um restaurante de "gente de bem comer..." com parque privativo, situado em Regadas-Penafiel - S. Mamede de Recesinhos ( Retunda de Casais Novos, EN 15). Trata-se de um edifício centenário, hoje restaurado  por dois amigos a seu gosto. Da entrada à sala de estar, passando pela "corte da burra" à "sala da lareira", tudo pensado para o bem  estar do cliente. Serei cliente se por lá voltar a passar.

           A digestão veio acabar de se fazer no trajecto e demora em Lordelo, importante localidade do concelho de Paredes  cujo poluído rio Ferreira em nada dignifica o titulo de cidade com que a terra foi honrada. A cidade de Lordelo merece mais e o rio Ferreira também.

           Em Lordelo, depois da digestiva passeata pelas  margens do mal cheiroso Ferreira, foi a visita da ordem a mais um dos muitos industriais de carpintaria e afins que naquela região de  marceneiros abundam. Aqui um cão ainda vale tanto ou mais do que dois polícias em Lisboa sem autoridade para poderem actuar....Terminada a voltinha, agora nova corrida....

          ...... E não demorou a que passados  poucos minutos  já andassemos a percorrer terras de Paços de Ferreira, como esta onde o Sr. Joaquim Lopes tem a sua Fábrica de Toscos, em todos os estilos.

          .... Ou esta, na Rua Alto dos Grilos, também na Carvalhosa, onde os  irmãos Rocha são mestres em estruturas para estofos. O dia laboral findou aqui, com o acerto da hora e do local onde nos reunir para em grupo ir em  busca do jantar. 

           O ponto de encontro foi o largo da igreja paroquial de São Tiago da Carvalhosa, e a escolha do restaurante recaiu no Ponte Nova, um restaurante-marisqueira muito bem frequentado que se situa em Tagilde (Vizela). Deixamos a vila da Carvalhosa (criada a 09/12/04), e perto a freguesia de Sanfins, com sua famosa Catânia e um museu no solar dos Brandões, para então rumar em direcção ao berço da Nacionalidade (Guimarães)  

          Só metade é que  não deu o braço a torcer, o Sr. Joaquim Lopes, mais o Humberto Rocha, com a cruz de Cristo ao peito. O Jorge Rocha mais o Chico, muito sorridente, deram-se por vencidos e de braços cruzados pensaram: não vem mais nada para esta mesa! E foi bom assim pensar. Nestas jantaradas é sempre  bom haver alguém que pense, em si e nos outros; até porque neste caso o Pena Hotel, no Parque do Sameiro, em Penafiel, ainda ficava, e fica, longe de Vizela....     

          Um belo passeio por terras do Douro Litoral, e concentrado na periferia da Capital do Móvel que culminou com uma foto da cidade de Penafiel recolhida da varando de um quarto do Pena Hotel, já depois na manhã do dia 12. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D