Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




matar sem ser incriminada

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 17.04.07

       

Quarteira - algures no "Calçadão"

          A lei que permite a qualquer mãe portuguesa poder matar um filho que habite no seu ventre foi hoje publicada no Diário da República, agora o governo PS, principal responsável por esta lei injusta, tem 60 dias para fazer a regulamentação da mesma. 

          Esta nova lei estabelece um lapso de reflexão da mulher nunca inferior a três dias (não é tempo a mais?...) e a contar da data da realização da primeira consulta que é destinada a dar à grávida o acesso à informação relevante para a formação da sua decisão livre, consciente e responsável. Poder matar sem ser incriminada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:59


2 comentários

De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 17.04.2007 às 18:04

bem com tanto blogconfesso que fikei indecisa qual escolher para deixar a marca da minha passagem por aqui assim sendo este foi o eleito,por nada de espeçial mas porque é o primeiro da listadesculpa a minha invasão e tem uma boa semana bj

De aquimetem, Falar disto e daquilo a 17.04.2007 às 22:58

Grato pela visita que já lhe retribui... embora tenha optado por registar aqui este meu agradecimento. Bem haja. Bem, quem muitos burros toca alguns fica para trás. Neste meu caso até já é mais do que um... Faço o que posso.
Também um bom fim-de-semana para si.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D