Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As aparências iludem!

por aquimetem, em 17.06.07

           No meu jardim da casa de campo, entre as varias espécies de plantas e flores que o jardineiro, encarregado de o  cuidar, ali faz realçar como que mostra do seu profissionalismo e bom gosto, tenho desde há uns três anos a esta parte, uma daquelas plantas trepadeiras que na região  não é muito conhecida. A sua flor em tudo muito semelhante à do maracujá, levou e leva a que muita gente tenha confundido essa planta e o fruto sem sumo que ela produz à verdadeira passiflora coerulea (Passifloraceae).

          Mas não,  segundo o flaviense Joaquim Carneiro, residente na Bajouca, já nos seus tempos de criança, a planta em causa era muito vulgar em Chaves, e conhecida por "Martírios de Cristo". Na Bajouca, estava por baptizar; agora, vamos a ver quem vai ficar por  padrinho, já que foi a minha sobrinha Isabel Afonso quem me alertou para esta circunstância, que depois confirmei. 

          Em face do exposto, temos que os  " Martírios de Cristo" embora sejam também uma planta trepadeira vivaz, da família das passifloraceaes, em relação ao maracujá  tem diferenças evidentes e patentes nos frutos, nas  folhas e flores. As folhas do maracujá são plamadas, e as flores tem uma coroa de finos filamentos à volta dos estames, e as pétalas também brancas e azuis, e o fruto é carnudo e suculento. As aparências iludem !

 

 Portão de entrada para a garagem

Martirios de Cristo

 Flor do maracujá

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:40


mijões são às carradas

por aquimetem, em 27.05.07

O Pelourinho de Chaves, foto do flaviense Fernando Ribeiro   

   

          Neste domingo de Pentecostes, depois duma "romaria" de Maio a um santuário mariano vizinho, regressei a casa para ver o resto do jogo  Sporting - Belenenses, nesta final da Taça de Portugal, em que por 1-0 foi vencedor o Leão. No decorrer desse tempo fui dando liberdade à minha imaginação e esta sem ser obrigada deteve-se numa noticia recente que pelo  Repórter do Marão foi divulgada, e eu agora neste post vou reproduzir, em parte: "Chaves: Urinar na via pública dá multa até 4000 euros". - Este é o titulo com que é publicitada a primeira coima que a Polícia de Segurança Publica (PSP) passou, e bem, a um homem de 27 anos ao ser apanhado em flagrante a urinar às 05h15 contra a montra de uma loja de roupa localizada naquela  cidade. O mesmo Código  penaliza  quem pisar canteiros públicos, defecar fora dos locais apropriados, tomar banho em lavadouros públicos, varejar árvore ou arrancar-lhe frutos, prevendo a coima mínima no valor de 40 euros, sendo que o valor  máximo das multas vai até 4000 euros. Este mijão por ser o primeiro dos "apanhados" levou pela tabela mínima: 40 euros.

          O novo "Código de Posturas Municipais de Chaves"  já tinha sido aprovado na Assembleia Municipal em Abril, 23 anos depois do primeiro regulamento do género criado no concelho,  entrou em vigor a 01 de Março. Entretanto só, segundo João Baptista, Presidente da Câmara, três meses depois é que foi passada a primeira multa, porque inicialmente, se apostara na sensibilização da população. 

          Ai se o presidente da CML que em 15 de Julho sair das intercalares tem disto conhecimento,  e se lembra seguir o exemplo dos corajosos autarcas de Chaves! Vai ser uma mina, e não tarda que  a Câmara de Lisboa deixe de estar endividada!  A começar que seja logo pelas estações do Metro (Restauradores e Rossio), Teatro D.Maria II e Largo de São Domingos,onde desavegonhadamente os mijões são às carradas.

         

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58


D. António Marto

por aquimetem, em 25.06.06

     Toma hoje posse da sua nova diocese, o bispo D. António Marto, que deixa Viseu para assumir os destinos de Leiria/Fátima, sucedendo a D.Serafim de Sousa Ferreira e Silva. Natural de Tronco - Chaves, onde nasceu a 5 de Maio de 1947, D. António Marto foi ordenado sacerdote, em Roma, a 7- XI - 71, e a sua nomeação Episcopal teve lugar a 10-XI-2000 , para auxiliar de Braga, com o título de Bladia . A sua ordenação episcopal deu-se a 11 de Fevereiro de 2001, na igreja de Nossa Senhora da Conceição, de Vila Real. Foi nomeado bispo de Viseu a 22 - IV -2004, e tomou posse  a 22-VI-2004 . Foi nomeado bispo de Leiria/Fátima no passado dia 22 de Abril para tomar posse a 25 de Junho. Para mim, um transmontano de Basto, ao mesmo tempo que saúdo tão insigne comprovinciano meu, dou conta e registo aqui o  facto curioso da nomeação de D. António Augusto dos Santos Marto , tanto para bispo de Viseu, como agora para Leiria/Fátima, ter ocorrido em dia de Santa Senhorinha de Basto (22 de Abril). Fica a noticia, em jeito de saudação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D