Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nossa Senhora da Vitória

por aquimetem, em 30.11.11

 

          Ela, nos muitos e diversos titulos louvada, apenas é uma só, a Virgem Santa Maria! Em Portugal foi D. João IV quem a 25 de Março de 1646 sob a invocação de Imaculada Conceição a elegeu Padroeira de Portugal; e até ao momento ainda nenhum regime político, nem mesmo o republicano, ou após o 25 de Abril ousou contestar a facto. Também a 8 de Dezembro de 1854 é Pio IX quem pela "Bula "Ineffabilis Deus"  torna universal o dogma da Imaculada Conceição. Documento que encerra assim:" Ninguém, portanto, se permita infringir este texto da Nossa declaração, proclamação e definição, nem contrariá-lo. E, se alguém tivesse a ousadia de tentá-lo, saiba que incorre na indignação de Deus omnipotente e dos bem-aventurados Pedro e Paulo, seus apóstolos". Dia santo em Portugal, que já foi Dia da Mãe, materna, não sei se também está na lista dos feriados a abater.

          Mas confesso se os governantes pensam salvar o pais da crise, acabando com os dias santos e feriados, bem podem continuar a pedir ajuda à Troika que nenhum santo lhes vale. Mas como está a decorrer a Novena da Imaculada Conceição, de 30 de Nov. a 8 de Dez, vou eu pedir por todos quantos carecem de fé. Comecei hoje a tarrefa na igreja de Nossa Senhora da Vitória. Amanhã, 1º de Dezembro, vou continuar; mas também me quero sentir que sou português.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17


4 comentários

De mg a 01.12.2011 às 16:33

E faz bem, fazer a novena, pedir por si e por todos que não tenham tanta fé. É sempre um acto de abnegação e generosidade...

De aquimetem a 01.12.2011 às 18:33

Mas melhor seria se me fizesse acompanhar por todas as minhas amizades, pois oferecer aos amigos o que de melhor temos para dar é a maior prova de dedicação e generosidade. Lá que peço, peço .

De mg a 01.12.2011 às 19:58

Ok! Eu respondo ao terço, daqui de casa...

De Costeira da Murta a 02.12.2011 às 17:45

Terços à caçador
Sempre que tenho ocasião de percorrer a baixa de Lisboa, uma vez ou outra o faço durante a hora de almoço, não passo sem fazer uma visitinha à Nossa Senhora da Vitória, ali mesmo junto a um dos acessos da estação do Metro da Baixa Chiado.
A luz ambiente é ténue e acolhedor, embora antiquíssimo.
À saída, somos sempre postos à prova, perante a mão estendida dos pedintes... e será que assobiamos para o lado?
O falecido Padre Manuel Duarte Silva, antigo prior da Bajouca , era muito castiço, amante da caça e dos citroenes calça arregaçada.
Como os actuais padres da Bajouca , também ele não dispensava amiúde a sã confraternização com os seus paroquianos, por vezes no café dos Soisas.
Perguntei-lhe um dia se quando rezava o Rosário do Terço, não lhe dava o sono, ao que ele me respondeu: Sabes, ó Costeira, eu tenho um truque e Nossa Senhora não fica zangada comigo. A primeira parte da Avé Maria é agradecimento e a segunda é a nossa súplica ou pedido, ora eu abrevio a coisa e rezo:
Avé Maria Mãe, Santa Maria Morte Ámen ! Já está e avanço a conta para a frente.
Como vês ó miúdo , o que importa é a intenção, mesmo que seja um terço à caçador!
Não creio que o estimado repórter , reze seja que oração for, à caçador. Também não acredito que adormeça, como acontecia lá em casa, quando a mãe do Costeira pedia o terço e tantas vezes só se percebia a primeira parte da Avé Maria, até ser vencida pelo cansaço da jornada que ainda não tinha terminado. Que saudades!...
Temos muito que rezar, temos!
Saudações.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D