Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Comer Castanhas a Tortosendo

por aquimetem, em 28.10.10

           No passado domingo, dia 24 de Outubro, foi o Dia Mundial das Missões, que Bento XVI em mensagem, à volta do evento, dirigida a todos os cristãos do mundo, lembrava: " O mês de Outubro, com a celebração do Dia Mundial das Missões, oferece às comunidades diocesanas e  paroquiais, aos Institutos de Vida Consagrada, aos Movimentos Eclesiais, a todo o povo de Deus a oportunidade de renovar o compromisso de anunciar o Evangelho e dar às actividades pastorais  um amplo folgo missionário". Foi também com esse objectivo que em 1925 na diocese da Sardenha (Itália) a iniciativa nasceu e teve a pronta aprovação do Papa Pio XI. Desde essa data também entre nós a efeméride se festeja anualmente  no 4º Domingo de Outubro.

         À semelhança de tantas outras comunidades, também os Missionários do Verbo Divino que desde 1949 trabalham em Portugal, costumam dar particular destaque a este acontecimento, o qual costumam aproveitar para então fazer o balanço anual das suas actividades missionárias e anunciar novos projectos de solidariedade para com os mais pobres e desprotegidos. O local escolhido tem sido o Seminário de Tortosendo (Covilhã), a Casa-Mãe, onde a Congregação iniciou, entre nós, a sua actividade de educar e formar. Este ano uma vez mais assim aconteceu e com um programa a merecer o apreço dos muitos participantes e Amigos do Verbo Divino (AMIVD). 

          Com um Convívio Missionário muito singular, O Dia Mundial das Missões foi ali festejado deste modo: Para os de mais longe, entre as 12h30 e as 13h45, um almoço partilhado, no Refeitório; às 14h00, Feira Missionária; às 15h30, Oração Missionária, que finalizou  com a palavra do Superior Provincial, Padre José Antunes da Silva, anunciando o encerramento das comemorações do 60 anos da Congregação entre nós, e também do encerramento do Projecto HAITI que decorreu no ano 2009/10. 

          Também o Padre Soares aproveitou aquele momento para informar que o novo projecto 2010/11 se vai destinar ao Centro de Acolhimento Arnaldo Janssen, empenhado no apoio aos "Meninos de Rua de Luanda", e ainda  saudar e agradecer a presença dos seus generosos conterrâneos bajouquenses que em numero significativo ali se deslocaram acompanhados do pároco, Sr.  Padre Abel.

 

          Seguiu-se o tradicional Magusto cujas castanhas o Seminário ofereceu, quanto ao acompanhamento... (bolos, licores, etc..., etc...) cada um levou de casa. O Fernando Ladeira, além do farnel levou um "cartucho" de 5L e uma "Perna" de pata negra que o Arménio Sarradela ocupou o tempo todo de Convívio a dissecar e distribuir pelos participantes. Sobrou apenas o osso que mesmo assim ainda foi leiloado e graças ao Sr. Padre Abel rendeu €17 que no HAITI  ou em Luanda são preciosos.

  

           Só pelo prazer de acompanhar o grupo que o generoso casal José Soares e D. Fernanda arrasta com eles nestes passeios de missão e  serviço comunitário nunca me farto de como agora "furar" a Gardunha para ir comer castanhas a Tortosendo, e recomendo que grupo e as deslocações aumentem.      

          Faltava este vídeo para retratar o animado magusto, têm-no agora

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


4 comentários

De mg a 29.10.2010 às 13:38

Sempre em" Missão"... O Verbo Divino Tortosendo sempre activo. Nestes dias de "salve-se quem puder" é invulgar este afinco em prol dos outros. Sim senhor!
Este magusto parece-me bem consubstancial, já parece as ceias dos romeiros em Mondim de Basto, com as mantas e toalhas no chão, e os presuntos e doces aos montes...bonito de ver.
Eu tinha dado mais dinheiro pelo osso do presunto Pata Negra...ninguém me disse nada...! -Este osso já dava para fazer dois caldos de coibes com fajões e duas fajoadas à transmontana...p`ra gosto basta o cheiro...
Aqui os meninos de rua, de Luanda; nós também temos tantos...como é??

De aquimetem a 29.10.2010 às 18:41

Boa e acertada observação no que se refere a generosidade e entrega por parte desta equipa de AMIVD que ilustrada com louvores a M. de Basto é máximo . Bem haja. Mas... a ser assim..., conte com um convite para uma próxima, para então se não ficar apenas pelo cheio. Quanto a meninos, os de cá pelo menos tem uma sociedade organizada, solidária talvez nem tanto. Bfs

De mg a 31.10.2010 às 11:56

Viva a Bajouca e mais o Padre Abel seu Pároco, mais o Verbo Divino de Tortosendo e o Padre Soares e também o conterrâneo, pelo que conseguiram para o Haiti!!!
Precisámos de grupos como este, activos e ciosos, para mostrarmos quem somos realmente, à bodega do Estado,para que assim estes trafulhas compreendessem que somos gente que não se adequa a mentiras, embustes, desvios, "conversas para boi dormir", lenga lengas para ver se nos enrolam etc.,e que tivessem um bocadinhos de rasgo e percebessem que não têm aptidões para nos chefiarem... não acompanham, simplesmente a inteligencia e a formação tão completa. que têm os Portugueses!
Parabéns a todos e que vivam sempre, dentro dos possivéis, para causas destas e de outras...
«São uma luzinha de paz,neste mundo de guerra»

De aquimetem a 31.10.2010 às 17:16

E viva também quem tanto louva as boa obras que se praticam na terra em compensação do mal que os políticos reles e corruptos semeiam nos seus cantões. A Bajouca é um exemplo de unidade e generosidade onde se ponde vir colher ensinamentos. Oxalá os bajouquenses nunca percam esse seu lema de fazer bem sem olhar a quem, e assim melhor poderem servir a comunidade, dignificando também a sua condição de cristãos responsáveis. Ainda um dia há-de por cá passar, mas não anonimamente. Um abraço

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D