Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




ouvir cantar o fado

por aquimetem, em 18.11.09

 

          O Verbo Divino é uma comunidade religiosa de leigos e clérigos que além da evangelização prima por fomentar a cultura e apoiar as carências sociais que lhe são reclamadas. Tem em São Arnaldo Janssen, o seu fundador, no ano 1879; e em São José Freinademetz, o seu primeiro missionário.  Em Portugal o seminário de Tortosendo (Covilhã) é a  casa-mãe dos primeiros padres missionários portugueses do Verbo Divino a que já aqui me referi em post de 22 de Outubro do ano passado. Se a primeira visita que ali fiz foi para assistir  a uma feira missionária cujo objectivo consistia em angariar fundos para um furo de água em Chalaua (Moçambique), desta vez a proposta foi assistir a uma noite de fados destinando-se a receita ao "projecto missionário 2009" ou seja à  construção de "casinhas para leprosos de Timor".

          Habituados a estas santas aventuras, no sábado, dia 14, depois de almoço, um grupo de bajouquenses, amigos do Verbo Divino (AMIVD) no qual me integrei, partiu  da Bajouca Centro  e por Ansião, Figueiró dos Vinhos, Sernache do Bonjardim e Sertã atravessou a Gardunha para ao fim da tardinha chegar a Tortosendo. O tempo ajudou e após o Sr.  Padre Soares nos receber com aquele seu hospitaleiro sorriso e nos distribuir as dormidas  foi descer ao refeitório para um jantar partilhado do que cada um levou. Entretanto a hora vai se apróximando, as  21h30, e com ela também os artistas e os muitos apreciadores que encheram por completo uma  grande sala,  a bom gosto decorada. Adorei, não apenas pelo fim a que se destinava a receita, mas também pelo belo espectáculo que aqueles generosos profissionais de cordasgarganta  nos proporcionaram em noite de fado. Parabéns!  

          O lema, deitar cedo e cedo erguer, só  no levantar se respeitou. Foi deitar tarde para no Domingo, dia 15, às 08h30 estarmos todos  prontinhos à saida do seminário e com o pequeno almoço comido ir visitar as termas de Unhais da Serra que remodeladas com modernas instalações reabriram este ano.

          Unhais da Serra é uma importante freguesia do concelho da Covilhã e fica na estrada de Tortosendo  para Coimbra, por Vide ou Alvoco da Serra. O seu "AquaDome é o primeiro Mountain Spa do País e, um dos maiores da Europa como conceito integrado 100% wellness, permitindo aliar a saúde à prevenção e ao bem-estar, em quatro grandes áreas funcionais. Fisicamente ligado ao H2otel, disponibiliza em exclusivo serviços integrados de Medical Spa, também com actividades outdoor, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela". O video dá do exterior uma breve imagem.

          Finda a visita por volta das 9h30 deu-se inicio à viagem de regresso a casa, com passagem por Tortosendo, Caslelo Branco e Proença-a-Nova direitos à Sertã, onde no pintoresco restaurante da Idalina D.Cardoso (Bº da Ponte Romana) o cabrito no forno marcado para as 12h00, nos aguardava. 

          Ao lado do restaurante a ponte de estilo romano sobre a ribeira da Sertã.

          Após o almoço partimos por  Pedrógão Pequeno direitos a Ansião, donde se desviou por Venda do Brasil, Torre de Vale de Todos, São Tiago da Guarda, Rabaçal e Penela, onde a visita ao castelo se impõe e o asseio merece um rasgado elogio. Depois por Pombal e Mendes, foi o regressar à Bajouca para no Café Sousa tomar um cafezinho e fazer as contas à moda do Porto. E a pesar da chuva quem estava sem Missa poder aproveitar ainda para assistir à eucaristia dominical nas  freiras de Monte Real às 18h00. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. Não fora assim também não fazia sentido andar tanto para  ouvir cantar o fado 

          Uma perspectiva do castelo

          Uma panorâmica da vila de  Penela vista do seu castelo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12


8 comentários

De mg a 19.11.2009 às 13:53

Bon Vivant, este devia ser o título do post!
Pois, se por um lado, temos o Seminárioa do Verbo Divino de Tortosendo, o sr.Padre Soares, a Causa Projecto Missionário 2009, para a reconstrução das casinhas dos Leprosos de Timor e Santas Aventuras dos Amigos do Verbo Divino , dos Bajouquenses, onde o Senhor se integrou; depois temos em paralelo:
O Cabrito da Idalina, a boa bebida, os fados e guitarradas por lindas meninas, e loguinho de seguida o SPA das Termas de Unhais...!
Mais vale eu nem dizer mais nada , para ver se passa despercebido...
Tudo bem que é prá causa; mas realmente ...
Vou mas é também alistar-me , nas excursões Bajouquenses!.

De aquimetem a 19.11.2009 às 14:18

Há sempre lugar para mais um ou mais uma, se avisar com tempo. Se bem que no meu caso e desta vez foi quase em cima da hora. Não sei se sabe que o nosso conterrâneo Sr. Padre Carlos (neto do falecido Carpinteiro) pertence à Comunidade do Verbo Divino e certamente que já passou por Tortosendo , não sou só eu a fazê-lo. Depois cuidar da saúde e do estômago faz parte da nossa condição humana que também deve apreciar o que de bom Deus nos dá, mas com conta e medida. Um abraço.

De Costeira da Murta a 24.11.2009 às 18:57

Arregaçar as mangas não é para todos.
Desde que me lembro, que conheço o "Padre Melro", como ainda hoje é carinhosamente conhecido e tratado na Bajouca, que nos viu aos dois nascer.
Nunca o vi de mãos nos bolsos!... e desde que rezou a 1ª missa, que foi uma grande festa para a Bajouca toda, que mantenho uma mesmo muito grande admiração por ele.
Muito objectivo a expressar-se é também exímio a arregaçar as mangas.
Todos os conhecem e sabem que é verdade. Na preparação do arraial para as festas, a trabalhar no restaurante, faz sempre questão de ser um entre iguais, sendo muito melhor.
Pelos vistos, vem colhendo bons apoios na Bajouca, para as "suas" nobres causas. Mesmo que não possa, não saiba, ou não me seja possível colaborar, fico imensamente feliz quando outros o possam fazer, mesmo que seja rezar de barriga cheia.
Parabens a todos e pelas fotos vê-se que a companhia foi do melhor.

De aquimetem a 24.11.2009 às 23:56

É sim senhor, óptima camaradagem ! O Sr. Padre Soares é tal e qual o meu distinto comentador o descreve, ainda no passado sábado quem pode assistir a uma "sardinhada missionária" que decorreu na Bajouca teve certamente oportunidade de confirmar isso mesmo, com ele à cabeça do touro. Tive pena, mas não assisti. Mas também não há dúvida que a generosidade dos bajouquenses é fora do vulgar. Também por isso parabéns ao meu atento comentador Costeira da Murta. O meu abraço.

De anónimo a 25.11.2009 às 15:39

Óh! Não sou só eu a reparar, o sr.Costeira da Murta também falou: "rezar de barriga cheia"e etc...
Não é por nada, mas é para não dizer que sou má lingua.Longe de mim tal coisa!!!

De aquimetem a 25.11.2009 às 17:24

São todos a olhar para os copos que a gente bebe, mas não reparam nos tombos que a gente dá. É o jeito que nós temos de dizer mal, e depois o pobre do Vara, do Sócrates e do resto da camarilha deles é que paga. Mal dizentes! Um abraço e resto de dia em festa.

De mg a 25.11.2009 às 23:29

Mas esses, o Vara e seu amigo Sócrates,(diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és), tb, nem sei porque me veio agora este ditado; mas como ia dizendo, estas duas peças nem havia missão nenhuma que os aceitasse, coitados, só se eles dessem para lá, uma grande parte do dinheiro que anda desviado, para ver se a gente lhes semi-perdoava...mas graças a Deus nem se vai pôr esta questão, eles não dariam nem dez tostões e muito menos para causas justas...Cambada de aldrabões sucateiros!!

De aquimetem a 26.11.2009 às 14:18

Peças dessa qualidade têm eles lá muitas, mais dois só ia aumentar o número dos corruptos que onde pegam dão cabo de tudo quando seja honradez e civilidade. Deixá-los cá estar para castigo de quem neles confiou. Eu não.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D