Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




BAJOUCA CENTRO

por aquimetem, em 18.06.08

 

Olival Paroquial, na Bajouca Centro 

          Como atempadamente foi anunciado realizou-se no passado dia 15, domingo, o convívio anual dos habitantes do lugar da Capela, actual  Bajouca Centro, que como no ano anterior decorreu com fraternal animação no "Olival Paroquial".

          Aberto a todos os moradores (actuais) do lugar, além de extensivo aos filhos ou convidados não residentes, este " IIº Convívio da Bajouca Centro" correspondeu, em participação, às expectativas desejadas, e  se alguém do lugar faltou ali que não se preocupe porque ninguém deu pela sua falta, tal a animação e número de participantes.

         Como previamente foi anunciado o repasto era preparado em conjunto e partilhadas as despesas pelos participantes. Excepto os aperitivos, frutas, doces e as  louças que competiam a cada um  trazer de casa.

          A ementa era de fazer crescer a água na boca: Sopa (tipo da pedra), grelhados de porco e bacalhau, saladas, migas, arroz de feijão, vinho palhete, sumos, águas e o respectivo cafezinho no vizinho Sousa, agora servido pelo Paulo, a Olga ou Nuno. 

          O comer chegou e até sobrou para quem no fim quis petiscar  enquanto assistia, abrigado da chuva, ao Portugal /Suíça, na garagem do Virgílio. Mas podia não ter chegado. O Jorge Afonso, o Rui Domingues, a Lígia Afonso, o José Soares e o José João, pelas suas contas não previam tal enchente. Mas como se diz na minha terra: há sempre o prato, para mais um!..  Parabéns à Bajouca Centro e à organização, quero dizer a todos quantos  de um modo ou outro ajudaram a materializar este participado convívio. Vamos para o 3º.... 

 pessoal da pesada

 

Não se aponta que é feio!

 

 Até arregaçou as calças!!!

Sem elas... na cozinha, debalde haver mesas!!! 

Para o comer... é preciso assa-lo!

 

 Mas também quando lhes cheira, aí vão elas!!!....

 Vamos p'ra mesa, que são horas!!!

 

 Vão falando que eu vou indo!...

 Quem é que chegou?

 aquilo... é p'ros homens, meu menino!!!

 Eu trago já mais...,sopa.

 Ainda há lugar para mim?

 O Sr. Padre Abel, nunca se esquece de abençoar a mesa ! -  diz o João.

 Tire-me uma a mim, pede a Inês!!! 

 Hei-na tantos!!!

 

 Não é só trabalhar de braços!!!

 Estão à espera de quê?

 Servido pela esposa é outra loiça!

 Até  o Paulo, mais a Olga repetiram a sopa!

 O que será que perdeu?

 Olha onde tu te meteste, miúdo!

 Vão conversando que eu já vos atendo! 

 Traz mas é outra..., e deixa-nos em paz!

 

Olha o meu vizinho... da LUZ!

 

 Que rica foto!

 

  Grande jogada, esta!...Gostei.

 Um afilhado mostra as filhas à madrinha.

  

No fim de tomar o café,  há que também tomar ar ! Foi o que nesse dia aconteceu a Portugal, no jogo com a Suíça...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00


5 comentários

De jts a 20.06.2008 às 15:55

Assim, está bem, meu caro Costa Pereira...!
Festa é festa, e a "Bajouca" para si, já é quase tão importante como Vilar de Ferreiros...
A amizade é um bem muito importante e eu estou certo, pelo que tenho visto nos seus blogues, que adora o convívio em franca camaradagem com os familiares e os melhores amigos.
Que local maravilhoso voces escolheram para fazer a festa. Pelo que me é possível perceber, é um local de paz e onde se pode descançar.
Parabéns e continuem.
Mas, agora aproveito para dar uma sugestão:
"Vamos um dia destes, fazer também a nossa festa e se possível num lugar cá da terra que tenha boa água corrente e alguma sombra, juntando os escritores Mondinenses e porque não de toda a Região de Basto, numa confraternização cultural em que todos possamos aprender um pouco mais uns com os outros?"
Amigo Costa Pereira, a sua juventude impressiona-me...apesar de viver longe das origens não as esquece, idulatra-as sempre, é um verdadeiro homem de Basto.
Um abraço,
Teixeira da Silva.

De aquimetem a 20.06.2008 às 20:30

Obrigado pelo gentil comentário que além da amizade própria de conterrâneos, tem certa verdade. Eu realmente gosto muito da Bajouca, como gosto de tudo quanto seja português, mas tenho pela Senhora da Graça e a Sua "montanha sagrada" um religioso sentimento, por isso sou mondinense de Vilar de Ferreiros. Acho óptima a sua ideia só que não é fácil reunir num só dia toda a plêiade dos porta-voz da terra e gente de Basto. Mas é uma tentação, arranque!!!
Conto abraça-lo no próximo mês.

De jts a 03.07.2008 às 21:57

Meu caro Costa Pereira, mais um evento, mais uma festa para homenagear um dos filhos queridos desta terra.
Então, lá vai:
Há cinquenta anos, portanto em 1 958, emigrava para o Brasil, um companheiro da minha infância, com apenas 17 anos, a 4.ª classe como habilitações literárias e com meia dúzia de tostões no bolso.
No Rio de Janeiro, onde acentou arraiais, teve grande dificuldade de adapção, começando por ser, lavador de automóveis, tintureiro, vendedor ambulante e motorista de carros de praça.
Inteligente e com sonhos muito elevados, resolveu estudar de noite e procurar a possibilidade de em termos académicos subir alguns degraus na sociedade Brasileira.
Conseguiu realmente concretizar o sonho e passado pouco tempo, isto é, quatro anos depois, era Bacharel em Letras e convidado para leccionar no Colégio de S. Judas Tadeu, no Bairro de Bento Ribeiro, na periferia da cidade do Rio de Janeiro.
Um ano depois, associou-se ao capital daquele estabelecimento de ensino, adquiriu mais quatro novos colégios, e fundou uma grande empreza de educação e cultura, a "SANTA MÓNICA EDUCAÇÂO".
Nestes cinquenta anos de emigrante, o seu sussesso, subiu em flecha, ao ponto de ter sido codecorado inúmeras vezes pelo Governo Brasileiro, com as Comendas da Ordem do Ensino, pelos governos Estaduais de Guanabara e Rio de Janeiro e o Grande Colar de Comendador e Benemérito do Estado Brasileiro.
Obviamente que um Mondinense desta envergadura, não poderia ser esquecido pela sua terra.
Tomei a responsabilidade de lhe prestar uma grande homenagem, pedi a colaboração da Junta de Freguesia de Mondim de Basto, que prontamente ascedeu à minha ideia e assim:
No próximo dia 26 de Julho - sexta-feira- receberá aqui a Medalha de Ouro e Mérito da Freguesia de Mondim de Basto e o respectivo Diploma.
Será descerrada uma lápide na casa onde nasceu e viveu atè emigrar, e será também homenageado nos Bombeiros Voluntários, onde é Sócio Benemérito, desde hà já alguns anos.
Como o meu amigo "Costa Pereira" me prometeu que irá cá estar este mês, teria muito gosto em convidá-lo, a estar presente num evento como este.
Um abraço do amigo,
Teixeira da Silva

De aquimetem a 04.07.2008 às 08:00

Os meus parabéns pela sua iniciativa, e ao distinto conterrâneo votos para que continue na senda do êxito e não esqueça nunca as suas origens. Que suba ao Monte Farinha e agradeça a Nossa Senhora da Graça, as ajudas recebidas. Mas azar, meu! Nesse dia, 26 de Julho, tenho que estar forçosamente em Vila Real, num casamento responsável pela minha ida às nossas terras por essa ocasião. Nós antes ou depois por certo nos vamos encontrar. Um abraço e sempre alerta...

De jts a 07.07.2008 às 21:40

ESPERO, QUE PASSE DA MELHOR MANEIRA A SUA ESTADIA, PRIMEIRO EM VILA REAL E DEPOIS, POR AQUI.
SABE, EM JULHO, TEMOS AS TRADICIONAIS E CENTENÁRIAS FESTAS EM HONRA DE S. TIAGO, AS FESTAS DO CONCELHO NA VILA, A FEIRA DA TERRA, COM OS TRADICIONAIS PRATOS DA REGIÃO QUE NINGUÉM DISPENSA E A SEGUIR A ETAPA RAINHA DA VOLTA A PORTUGAL EM BICICLETA, COM A SUBIDA AO ALTO DO MONTE FARINHA. É TEMPO DE FESTA E TEMPO DE ENCONTRO DE AMIZADES.
SAIBAMOS APROVEITÁ-LO.
UM ABRAÇO,
TEIXEIRA DA SILVA

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D