Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Só em Portugal

por aquimetem, em 20.01.07

          Ouvi hoje, na rádio, falar de um protocolo agora assinado, com o IPPC , para reiniciar a restauração da "Charola" do Convento de Cristo, facto que me despertou particular agrado, pois tenho por este singular  monumento,  que é o ex liberes da cidade de  Tomar, uma enorme admiração. Ainda muito recentemente, mais uma vez  o visitei.

         Obra que se deve aos Templários, após terem vindo auxiliar os primeiros reis de Portugal, na conquista do território ao mouros, no decorrer do séc. XII; ao mestre da Ordem, D. Gualdim Pais, se ficou a dever o inicio da  construção. Os mesmos que posteriormente fundaram os castelos de Almourol, Zézere e Pombal, para defesa de uma froteira sul, contra  os muçulmanos, limite este que parava no rio Tejo.

        Pelos relevantes serviços militares e povoamento que prestaram, os Templários receberam extensas doações régias, que se estendiam até Idanha-a-Velha e aos limites do castelo de Belver, que peretencia a uma outra ordem militar, a dos Hospitaleiros. Quando a Ordem dos Templários foi extinta, por decisão papal, o rei D. Dinis, sustitui-a , em 1319, pela Ordem de Cristo, continuadora dos mesmos ideais.  

           Da Charola, vale dizer, que se trata do primitivo oratório usado pelos Templários, como se fosse uma forteleza. A sua planta é uma retunda, exteriormente apoiada por largos contrafortes que morrem num terraço ameado.Como a Charola realce para a famosa Janela do Capítulo, peças notáveis que fazem parte da unidade histórica e artística do Convento de Cristo, onde é possível encontrar os estílos arquitectónicos experimentados em Portugal, entre os séc. XII e XVIII, mas sobretudo o mais significativo testemunho de um gótico final a que pela sua exuberância única e decoração, se convencionou chamar manuelino.

           Quanto ao restauro em em foco e de que carece, já o vi iniado há mais de 20 anos, oxalá que desta vez seja para ir até ao fim, antes que seja demasiado tarde e o "cancro da pedra" se adiante no trabalho. Depois também a parte do histórico imóvel, que foi hospital militar é uma vergonha ver como está abandonada. Só em Portugal !

Fonte histórica: Convento de Cristo, de Santos Graça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57


4 comentários

De soaresesilva a 21.01.2007 às 18:31

Hoje também ouvi falar dos carrilhões de Mafra que também estão em restaura há imenso tempo. Será galta de dinheiro mas entretanto tantas obras de arte vão ruindo!!!!
Se o assunto não fosse tão sério, dir-te-ia que me fartei de rir com o comentáro que deixaste no meu blog sobre o envelhecimento da população!!! E de facto, com a nova lei que vai surgir, cada vez havrá menos gente nova. Um país não é viável só com velhos!!!!

De soaresesilva a 21.01.2007 às 18:34

Desculpa as gralhas do meu comentário mas escureceu de repente...

De guiga a 22.01.2007 às 14:26

Realmente é uma tristeza o estado dos nossos monumentos. Alguns ficam perdidos no esquecimento, que leva à degradação. O Convento de Cristo é magnífico!

Boa semana!*.*

De Jofre Alves a 26.01.2007 às 17:13

Passei para ver os amigos, apreciar o blogue, sempre com bom-gosto e qualidade, factor que me leva a visitá-lo para deixar o desejo dum óptimo fim-de-semana, apesar deste frio que enregela, mas como diz o povo «mãos frias, coração quente».

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D