Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Magia tira o sono

por aquimetem, em 21.12.06

          Já lá vão 44 anos, parece que foi ontem ! Era Verão, trabalhava na Rua da Junqueira, em Lisboa, quando, certo dia,  ao sair do trabalho, por volta das 20h00, me encontrei, à saída da porta, com um amigo  que apenas sabia ser estudante de Direito, e ele a mim conhecia  como  ilusionista amador, por não sindicalizado.

          Começamos na conversa à volta da arte de ilusionar os sentidos, e logo me apercebi que o interesse principal do futuro advogado era que eu lhe explicasse certos "segredos"  que mais o intrigavam, mas que por norma o mágico  não deve revelar. Nos ambientes de magia até se costuma dizer : quem sabe faz e quem não sabe ensina. Aconteceu que ao ver tanto interesse do jovem pela arte, e da sua insistência em querer perceber certos detalhes que revelavam alguma aproximação com a técnica de executar os "números",  me vi tentado a  desmontar o seu raciocínio,  explicando tudo..., mas só para o baralhar, ainda mais. Sem nada ter explicado, passou-se a noite  sem se dar por isso.

          Às tantas, ouviu-se uma sirene tocar ! Era a das Oficinas Gerais do Material de Engenharia, alertando que eram 7h30!  Faltava meia hora para os funcionários iniciarem a sua laboração. Como que nada de anormal se tivesse passado, - mas passou ! uma noite sem dormir ! - comentei: será que já são 7h30 da manhã? - Ele, olhando para o seu relógio de pulso, respondeu: - não, são oito menos um quarto, o das Oficinas está atrasado. E sem jantar, nem dormir, lá fomos cada um para o nosso trabalho quotidiano. Ah, ao despedir-se ainda se saiu com esta: Dou-lhe os meus parabéns, porque o Jaucop é mesmo um ilusionista a sério, esteve aqui este tempo todo a ensinar-me... aquilo  que nenhum ilusionista  é capaz de fazer. E já agora, vou-lhe dizer: eu  também sou  ilusionista amador e sócio da API.

          - Ficamos ainda mais amigos, e desta "noitada", passadas que são mais de quatro décadas, tiramos partido para dialogar durante um encontro que em 2005 tivemos na cidade do Funchal, onde o Dr. Pegado é conceituado advogado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28


4 comentários

De Jofre Alves a 22.12.2006 às 03:22

Boas Festas, Santo Natal e Próspero Ano Novo, são os meus sinceros votos.

De Jofre Alves a 29.12.2006 às 15:06

Passei para desejar Boas Festas e próspero Ano Novo, com 2007 cheio de paz, saúde e felicidade.

De guiga a 03.01.2007 às 17:35

É bom ter boas recordações e grandes amigos na vida!

Um bom ano de 2007 para si também!

*.*

De Yoga a 04.11.2007 às 11:38

O melhor contra a falta de sono, é um bom relaxamento...
Aprendi isso com as aulas de Yôga que tanto adoro. Recomendo.
Então também pode ser uma boa massagem :)

Abraços

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D